terça-feira, 30 de abril de 2013

Três cidades perto do céu (Luciana Tomasi)










Sinopse: O livro é o relato de uma viagem para 3 lugares considerados sagrados - Srinagar, na Caxemira, Rishikesh, na Índia, e Katmandu, no Nepal. Neste livro, a jornalista, cineasta, yogue e viajante Luciana Tomasi procura produzir uma reflexão sobre diferenças culturais, saúde e qualidade de vida. A obra aparece como uma tentativa de estudo sobre valores dessas sociedades, como fé, companheirismo, permuta e boa alimentação. O livro traz, ainda, fotos coloridas, poesias hindus e um guia de medicina aiurvédica.








Assista ao vídeo:

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Berlim: Guia da Cidade (Andrea Schulte-Peevers)










SinopseQuem procura história, autenticidade e ecletismo vai se encantar com Berlim. A Lonely Planet traz descrições detalhadas de cada região com contextualização histórica e as melhores indicações para todos os gostos e bolsos de uma das cidades mais cosmopolitas do mundo.







Assista ao vídeo:

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Confeitaria Colombo (Antonio Edmilson Martins Rodrigues, Renato Freire)









SinopseA Confeitaria Colombo localiza-se no centro histórico da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil, sendo um dos principais pontos turísticos da Região Central da cidade.A confeitaria foi fundada em 1894 pelos imigrantes portugueses Joaquim Borges de Meireles e Manuel José Lebrão, tendo um extenso rol de clientes célebres entre a sociedade brasileira. Sua arquitetura e ambiente permitem ter uma idéia de como teria sido a Belle Époque na capital da República. Entre 1912 e 1918 os salões do interior da confeitaria foram reformados, com um toque Art Nouveau, com enormes espelhos de cristal trazidos da Antuérpia, emoldurados por elegantes frisos talhados em madeira de jacarandá. Os móveis de madeira do interior foram esculpidos na mesma época pelo artesão Antônio Borsoi. Em 1922 as suas instalações foram ampliadas com a construção de um segundo andar, com um salão de chá. Uma abertura no teto do pavimento térreo permite ver a claraboia do salão de chá, decorada com belos vitrais. Entre os clientes famosos da confeitaria estão Chiquinha Gonzaga, Olavo Bilac, Rui Barbosa, Villa-Lobos, Lima Barreto, José do Patrocínio, Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek, entre muitos outros. O livro resgata as memórias da Confeitaria Colombo, que reflete em casos, documentos e muitas imagens a própria história do Rio e do país. Conheçam assim, as grandes histórias da mais tradicional confeitaria do Rio de Janeiro - e do Brasil - e delicie-se com 20 das suas melhores receitas, entre elas os grandes clássicos dessa saborosa cozinha centenária.













Assista ao vídeo:

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Atlântico (Simon Winchester)








SinopseNeste livro de aventuras e escopo enciclopédico, Simon Winchester narra desde a formação do oceano, com seus 6.400 km de largura máxima e profundidade média de quase 4 km, até a história mais recente, tornando o relato mais pessoal e próximo ao leitor - no princípio, o tempo geológico corre numa velocidade estonteante, enquanto imensas massas de terra se deslocam e formam continentes. Passam por essa história o caramujo raríssimo usado como moeda por mercadores fenícios, os romanos antigos, os nórdicos que se lançaram Atlântico afora até chegarem perto do Canadá, os descobridores da América, os tsunamis e muito mais. O oceano está no centro das ambições de exploradores e cientistas, foi crucial para as grandes navegações, as estratégias de guerra e o desenvolvimento da aviação; além de ter inspirado incontáveis obras literárias e o imaginário de grande parte da civilização ocidental. O resultado desses séculos de convivência entre homem e oceano é a destruição da imensidão que parecia invencível. Poluição química, pesca excessiva e aquecimento global ameaçam transformar o Atlântico para sempre.







Assista ao vídeo:
video

quarta-feira, 24 de abril de 2013

50 Maratonas em 50 Dias (Dean Karnazes)











SinopseDean Karnazes já correu 560 quilômetros ininterruptos, ficando três noites sem dormir; correu uma maratona no Polo Sul a uma temperatura de 40 graus negativos, venceu a Ultramaratona de Badwater, no deserto do Vale da Morte, considerada uma das provas mais difíceis do mundo com 217km e um calor de 55 gaus; pediu pizza durante as longas corridas; atravessou a Baía de São Francisco a nado e inspirou fãs mundo afora com suas aventuras. Portanto, o que um cara como esse faz quando quer encarar o teste de resistência máxima? - Ele corre 50 maratonas em 50 estados americanos, em 50 dias consecutivos. Este livro, de agradável leitura, que narra a inacreditável e emocionante aventura que levou um homem, que se diz comum, a correr 50 maratonas em 50 dias consecutivos, a enfrentar calor, frio, uma queda que por pouco não põe tudo a perder, e o medo de ser atacado por um urso, até, revela, ainda, segredos úteis para qualquer um que queira levar uma vida saudável; que queira aprender a lidar com percalços ao longo do caminho; enfim, que queira vencer desafios. Veja como Karnazes conseguiu completar essa façanha inimaginável desafiando, as limitações físicas, indo além da história das maratonas para revelar os segredos de sua determinação e persistência. Saiba como Karnazes superou os 2.110 quilômetros, queimando 160 mil calorias e muitas vezes dormindo menos de quatro horas por noite. Dean Karnazes não correu sozinho. Ao seu lado revezaram-se amadores. Em certos casos, seres humanos cujas próprias histórias de vida dariam alguns bons livros, também. Gente que, por exemplo, lutou contra doenças graves não apenas uma, mas três vezes; gente que, aparentemente, não deveria estar na largada de uma maratona, mas que, quatro horas corridas depois, ao cruzar a linha de chegada, está muito melhor do que quando partiu.















Assista ao vídeo:

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Museu Arqueológico Nacional, Atenas (Luca Mozzati)










SinopseO Museu Arqueológico Nacional é o maior museu da Grécia e um dos maiores do mundo. Em suas galerias, mais de 20 mil itens são expostos, oferecendo ao visitante um panorama do desenvolvimento da civilização grega desde o começo da Pré-História até o fim Antiguidade.








Assista ao vídeo:

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Mar Sem Fim (Amyr Klink)









SinopseA viagem de Amyr Klink ao redor do mundo através da rota mais complicada e perigosa: circunavegando a Antártica. Mais uma saga surpreendente deste eterno aventureiro. Como em um diário de bordo, Mar sem fim teria uma data curiosa para começar: 31 de outubro de 1998, Dia das Bruxas.Foi nesse dia que o navegador deixou a mulher, Marina, e as filhas em Paraty, decidido a realizar o grande projeto de sua vida: sua primeira volta ao mundo, realizada nas águas da Convergência Antártica - notável e precisa fronteira entre as águas frias do Norte e as águas geladas da Antártica. Ali estão os mares mais perigosos do planeta. Um percurso considerado um desafio, mesmo com os equipamentos sofisticados da navegação moderna. Amyr foi o primeiro a realizá-lo, navegando sozinho no veleiro Paratii. Não foi um projeto fácil. Primeiro, pelo atraso na entrega do novo mastro do Paratii - uma cruz de 25 metros a ser plantada no convés, sensível ao menor movimento dos dedos do navegador. Com isso, não foi possível partir na data prevista, cuidadosamente calculada para o máximo aproveitamento do verão, e foi preciso esperar um ano inteiro. Em seguida, pelas enormes dificuldades da empreitada: partir de um ponto e navegar para Leste até bater nesse ponto outra vez - e isso viajando durante meses sem ver um naco de terra, enfrentando um mar temperamental, às vezes extremamente violento, com períodos de nenhuma visibilidade, muito gelo, vento forte, e o tempo todo submetido a uma rotina que não permitia mais do que cinco horas de sono não contínuo por dia. Foram 141 dias no mar. Um verão inteiro viajando em latitudes onde o sol nunca se esconde. Dezoito mil milhas navegadas, 12.240 das quais sem pisar em terra, e com muitos sustos, como quando por pouco não ocorre uma colisão entre o Paratii e um gigantesco iceberg. O réveillon de Amyr, em meio a uma tempestade aparentemente eterna, tem um sabor de pesadelo. E, ao mesmo tempo, o deslumbramento: miragens de ilhas, a visão de um cachalote e da rica fauna marinha - que no livro merecem um inventário, com desenhos originais de Sírio Cançado.








Assista ao vídeo:

terça-feira, 16 de abril de 2013

1000 Lugares para conhecer antes de morrer (Patricia Schultz)








SinopseSeja você é um viajante inveterado ou alguém que simplesmente adora ler sobre lugares e culturas diferentes, vai se deliciar com esta extraordinária seleção do que existe de melhor para ser visto e apreciado nos cinco continentes - de belezas naturais a maravilhas criadas pelo homem. Entre as opções selecionadas pelo olhar perspicaz de Patricia Schultz para atender a todos os gostos e bolsos estão reservas ecológicas, ruínas sagradas, resorts, restaurantes, vilarejos esquecidos pelo tempo, museus, teatros, catedrais, fiordes, cavernas, cruzeiros, safáris, trilhas, passeios de balão e ilhas fantásticas. Sem falar nos eventos culturais, artísticos, gastronômicos, religiosos e esportivos e nos incríveis roteiros por palácios e vinhedos. Você pode estar procurando por um chalé com vista para o Kilimanjaro, por um hotel em Galápagos ou pelo Vikingskiphuset; talvez esteja pensando em relaxar em Parati ou arriscar um mergulho com tubarões nas Bahamas, não importa: ao fim de cada texto, este guia lhe diz como chegar lá, fornece telefones, sites, e-mails, indica a melhor época para o passeio e lista preços aproximados no Brasil e no exterior. Caso ainda não saiba para onde ir, saboreie os textos leves e bem-humorados da autora sobre o que há de especial em cada uma dessas maravilhas - com toda a certeza, descobrirá o lugar perfeito, afinal você está com o mundo nas mãos. Aproveite!







Assista ao vídeo:

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Living in Bahia (Tuca Reinés)









SinopseVista do mar, a costa da Bahia ainda lembra o que os portugueses encontraram quando descobriram o Brasil. As árvores, praias de areia branca de deserto e águas mornas e claras continuam a atrair mais turistas a cada ano. A arquitetura regional da Bahia faz uso de materiais nativos, transmitindo uma harmonia natural com o clima local e natureza, e distingue-se pela clara influência das três culturas na região (indígenas, europeus e africanos). A Bahia é um dos estados mais interessantes no Brasil, notável ​​pela sua história cultural, música, arte, culinária, e pelo seu estilo de vida descontraído e pela arquitetura que fazem da Bahia um destino especial para viajantes de todo o mundo.







Assista ao vídeo:

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Guia Visual: Irlanda (Dorling Kindersley)










SinopseCom mais de 1.000 fotos coloridas distribuídas em 416 páginas, o "Guia Visual Irlanda" traz detalhes de um dos destinos mais procurados pelos brasileiros nos dias de hoje. A publicação traz detalhes da arquitetura típica do país, da produção de cervejas, da história, dos castelos, das igrejas, das montanhas, da cultura celta, da música e dos pubs. O guia está dividido de acordo com as áreas do país - Dublin, Sudeste da Irlanda, Cork e Kerry, Baixo Shannon, Oeste da Irlanda, Noroeste da Irlanda, Midlands e Irlanda do Norte. Ricamente ilustrado, o título também apresenta variadas opções de hotéis, bares, restaurantes e cafés, além de dar indicações sobre como usar o transporte, os telefones e o correio.











Assista ao vídeo:

quarta-feira, 10 de abril de 2013

As Viagens na Literatura: As Cidades Invisíveis (Ítalo Calvino)



"(...) o passado do viajante muda de acordo com o itinerário realizado, não o passado recente ao qual cada dia que passa acrescenta um dia, mas um passado mais remoto. Ao chegar a uma nova cidade, o viajante reencontra um passado que não lembrava existir: a surpresa daquilo que você deixou de ser ou deixou de possuir revela-se nos lugares estranhos, não nos conhecidos."







terça-feira, 9 de abril de 2013

7 Passos Andinos (Antonio Olinto Ferreira)









SinopseConforme ele mesmo diz, depois de alguns anos como atleta burocrata, Antonio Olinto decide percorrer os sete passos andinos. "Passos" é como se denominam as passagens pelas montanhas, entre dois picos de uma mesma aresta, que permite ultrapassá-la por um ponto mais baixo. O mais famoso, na cordilheira dos Andes, é o passo do Cristo Redentor, que normalmente fecha durante as nevascas mais fortes. Antônio Olinto percorreu sete passos. E escreveu esse livro contando as suas aventuras.







Assista ao vídeo:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...