terça-feira, 13 de setembro de 2016

É isso que eu faço (Lynsey Addario)








Líbano (2006)





SinopseLynsey Addario ainda tentava se estabelecer no fotojornalismo quando os atentados do 11 de Setembro sacudiram o mundo. Por ser um dos poucos profissionais da época com alguma experiência no Afeganistão, ela foi chamada para voltar ao Oriente Médio e cobrir a invasão americana. Foi quando fez uma escolha que se repetiria muitas vezes depois: abrir mão do conforto e da previsibilidade a fim de correr o mundo confrontando com sua câmera as mais duras verdades. As imagens captadas pelas lentes de Lynsey parecem buscar sempre um propósito maior. No livro, ela retrata os afegãos antes e depois do regime talibã, os cidadãos vitimados pela guerra e os insurgentes incompreendidos no Iraque, as aldeias incendiadas e os incontáveis mortos em Darfur. Expõe a cultura de violência contra a mulher no Congo e narra a ocasião do próprio sequestro, orquestrado pelas forças pró-Kadafi durante a guerra civil na Líbia — uma história marcante que ganhou destaque na mídia internacional. Apesar da presumível bravura, Lynsey não é de todo destemida. Do medo, ela tira o olhar de empatia essencial à profissão. Quando entrevista vítimas de estupro, fotografa um soldado alvejado em combate ou documenta a trágica vida das crianças famintas na Somália, é essa empatia que nos transporta para os lugares onde ela esteve, e então começamos a entender como o ímpeto de retratar a verdade triunfa sobre o terror. Testemunha de tantas insurreições, Lynsey sabe que não documenta apenas notícias, mas o próprio destino da humanidade. O que ela faz, com clareza, suavidade e beleza, é registrar a realidade muitas vezes em sua condição mais extrema. Mais do que um trabalho, isso é sua missão. Mais do que a história de uma vida nas linhas de combate, "É isso que eu faço" é um testemunho tocante do custo humano da guerra.























Assista ao vídeo:

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

1001 Vinhos para Beber Antes de Morrer (Neil Beckett)
















SinopseEntre os milhares de grandes vinhos disponíveis no mercado, quais eu deveria experimentar pelo menos uma vez na vida? Este livro é a garantia de que você irá encontrar uma ótima resposta para essa e outras perguntas. Reunindo 1001 resenhas sobre os mais notáveis vinhos produzidos em todas as regiões do mundo, ele leva você além da descrição das sensações da degustação e apresenta a história e as curiosidades escondidas por trás dos rótulos. Junto com uma equipe de 44 especialistas, Neil Beckett criou um guia completo sobre a diversidade que faz dos vinhos uma fonte permanente de fascínio e prazer. Eles indicam os vinhos que irão agradar ao paladar, explicam o que faz com que eles sejam tão especiais, dão referência de preço e sugerem a época ideal para consumi-los. Alguns dos vinhos são antigos e raros, mas a maioria está disponível no mercado e pode ter preços surpreendentemente acessíveis. Ricamente ilustrado com fotos de garrafas, rótulos e vinhedos, este livro vai agradar tanto aos iniciados que querem aprofundar seus conhecimentos quanto àqueles que apreciam um bom vinho mas não entendem muito do assunto.






















Assista ao vídeo:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...